segunda-feira, 22 de maio de 2017

Fernando Pessoa: Antologia Poética


Nova edição da Antologia Poética de Fernando Pessoa, feito por Anderson Junqueira e Victor Burton para a editora Bazar do Tempo.


O impacto visual da capa, usando o tema dos azulejos portugueses, é reforçado pelo uso de laminação brilho com baixo relevo entre os eixos.











quinta-feira, 4 de maio de 2017

Nós



Lançado em luxuosa edição de capa dura pela Editora Aleph, Nós, de Ievgueni Zamiatin, é a distopia original que inspirou tanto Admirável Mundo Novo de Huxley quanto o 1984 de Orwell.


A capa e o projeto gráfico são do sempre genial Pedro Inoue, com diagramação de Guilherme Xavier. A edição, em capa dura, tem miolo impresso em duas cores, e acabamento com pintura negra na lombada (clique nas imagens para ampliar).











quinta-feira, 6 de abril de 2017

Ó o Globo!

Design de Elmo Rosa


Ó o Globo!
Autora: Ana Beatriz Manier
Designer: Elmo Rosa
Editora: Valentina






Onipresente nas praias e engarrafamentos do Rio de Janeiro, o biscoito Globo é um símbolo da cidade. Faz parte da memória afetiva e do jeito de ser dos cariocas. Lançado esse ano pela editora Valentina, o livro de Ana Beatiz Manier, mais do que fazer uma biografia do biscoito, reconta a história da família por trás de sua criação. O projeto gráfico é do designer Elmo Rosa, que se diferencia também por vir em dois "sabores": as cores da embalagem de biscoito Globo salgado e doce. Abaixo, conversei com ele um pouco sobre o processo:


Como foi o processo de criação do projeto desse livro?
Inicialmente, pensava em círculos e formas abstratas concêntricas, por conta do formato de rosquinha do biscoito. Em paralelo, trabalhava em leiautes que fizessem remissão à embalagem. Também testava um título feito da distorção das formas das letras do nome do biscoito na embalagem, colocando-as em perspectiva, para parecer que alguém realmente gritava ‘Ó, o Globo!’. Desenvolvia essas ideias em separado, em leiautes diferentes.



Tudo se encaixou quando, em uma pesquisa na internet, topei com a fotografia de alguém segurando um biscoito Globo em Ipanema, enquadrando o Morro Dois Irmãos no furo da rosquinha. Essa imagem unificou esses conceitos em um único leiaute na minha cabeça.



E como surgiu a ideia de fazer duas capas, a "doce" e a "salgada"? 
Tive dificuldade em combinar de forma harmoniosa o verde com o vermelho, referentes às embalagens dos sabores doce e salgado (além do amarelo e branco, cores comuns às duas). Tudo parecia funcionar apenas ou em verde ou em vermelho. Mas prescindir de uma dessas cores significaria optar por um único sabor, o que traía algo inerente ao biscoito. Então sugeri que a tiragem das capas fosse dividida em duas: doce e salgada. Assim, o leitor decidiria pelo sabor de sua preferência, como ocorre com o biscoito.

Houve alguma particularidade específica que surgiu nesse processo?
Comecei a trabalhar no projeto logo após meu desligamento do Comitê Rio 2016. Lá, havia investigado e desenvolvido à exaustão conceitos como ‘O que é ser carioca?’, ‘Qual é o jeito carioca de ser?’, ‘O que é proprietário do Rio de janeiro?’ etc. Isso me ajudou bastante no trabalho com essa capa.


E você comeu muito biscoito Globo como parte do processo criativo?
Rsrsrs. Comi algumas vezes, mas não especificamente como parte do processo criativo. Conheço de cor o sabor desse biscoito.


Elmo Rosa é um designer editorial especializado em confecção de livros, e ama esse ofício.

segunda-feira, 3 de abril de 2017

Neuromancer


Neuromancer, o clássico ciberpunk de William Gibson, já havia ganho uma luxuosa edição especial da Aleph anos atrás, com design de Pedro Inoue (veja mais aqui). Agora, o livro ganha uma edição brochura, também com design de Inoue, e ilustração de Josan Gonzales.



AddThis